Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quem nossos filhos ama, nossa boca adoça e é bem certo, mas o contrário também é verdadeiro.

No outro dia, a conversar com o meu filho, disse-lhe que até suporto que me façam mal e tento não me incomodar muito com isso, mas se, de alguma forma, lhe fizerem mal a ele, eu viro onça. 

Imagens-de-onça-1.jpg

Ele achou piada e agora diz-me isso sempre que se lembra e considera ser oportuno. O problema é que ele percebeu que eu estava a falar a sério - já dei provas disso -, de tal forma que temo que ele deixe de me contar certas coisas com medo que eu me passe da cabeça e possa fazer algo que o envergonhe.

Para tentar contornar a situação e não melindrar a confiança que tem em mim, digo-lhe que nunca farei nada sem antes conversarmos e sem ter a sua aprovação, especialmente no que respeitar a "problemas" na escola. Acho que ele acreditou, porque a confiança que tem em mim é grande, tal como a que eu tenho nele. Vamos ver o que acontece na prática!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ